Empréstimo para estudante: toda a informação 

Recorrer a um empréstimo para estudante pode ser uma boa alternativa para ajudar a pagar os estudos, mas como é que funciona? Saiba aqui!

Continuar (Sem compromisso)
Recorrer a um empréstimo para estudante pode ser uma boa alternativa para ajudar a pagar os estudos. Aliás, esta é, muitas vezes, a única opção de financiar os estudos. Contudo, além dos estudos, este crédito permite financiar as despesas relacionadas com a formação, adiando o reembolso para mais tarde. 

Desde a linha de crédito apoiada pelo Estado até às soluções disponibilizadas por instituições bancárias, existem várias opções para continuar a estudar, seja em que idade for. Quer saber mais? Continue a ler o nosso artigo! 

O que é um crédito para estudantes? 

Em resumo, o empréstimo para estudantes insere-se na modalidade de crédito pessoal. Porém, a grande diferença prende-se às melhores condições para obtê-lo, isto é, vai pagar menos pelo mesmo valor. 

De acordo com as informações estabelecidas pelo Banco de Portugal, todos os créditos que tenham como finalidade a educação, as taxas máximas de juro são mais baixas quando comparadas com os créditos pessoais para outros fins. 

Nesse sentido, se pretende contratar um empréstimo para pagar os seus estudos ou os de um familiar, é importante que esteja ciente da modalidade que irá escolher. 

Linha de crédito para estudantes do Ensino Superior com garantia mútua 

Conforme foi dito, o Estado tem uma linha de crédito em que atua como fiador. Assim, este é um tipo de apoio mais acessível que um crédito normal, em bancos aderentes. 

Seja no ensino público ou privado, para cursos de Licenciatura, Mestrado, Doutoramento ou especialização tecnológica em Portugal, os montantes variam entre os mil e os cinco mil euros anuais. Contudo, o valor vai sendo em tranches mensais. Em contrapartida, após o primeiro ano, só é possível beneficiar deste financiamento caso se tenha aproveitamento. 

Enquanto estiver a estudar, o estudante não paga o empréstimo e, consoante a instituição financeira, poderá beneficiar de um período de carência até dois anos após o fim do curso. Embora tenha melhores condições, os requisitos para aceder a esta linha de apoio são mais rigorosos. 

Quais as condições para aceder a um empréstimo para estudante? 

Em primeiro lugar, é necessário não existir dívidas ao Fisco ou Segurança Social. Depois, o estudante deverá ter pelo menos 18 anos. Caso seja menor de idade, tem de se formalizar o contrato com os pais ou familiares com grau de parentesco até ao 2º grau. Além disso, devem ser cidadãos nacionais ou ter um título de residência permanente válido. 

A par de frequentar o ensino superior, público ou privado, numa universidade ou politécnico, o estudante tem de assumir o compromisso de continuar a estudar e obter aproveitamento enquanto vigorar o contrato. 

Se não conseguir um crédito para estudante, existem outras alternativas? 

Caso não consiga pedir um empréstimo para estudante, pode sempre recorrer ao processo de um crédito pessoal. Por exemplo, na Younited Credit poderá pedir montantes entre os 1.000€ e os 50.000€, com a facilidade de o processo ser 100% online e de receberes uma resposta em 48 horas. 

Para começar, recomendamos que faça a sua simulação de crédito pessoal. Assim, saberá quanto é que irá pagar mensalmente pelo montante que pedir. 

Continuar (Sem compromisso)