Como escolher o melhor crédito pessoal?

Continuar (Sem compromisso)
Seja para suportar uma despesa inesperada ou para materializar um sonho, encontrar o melhor crédito pessoal é imprescindível para manter as finanças equilibradas. Afinal, quanto mais vantajoso for, menos peso terá no orçamento familiar.

Com o intuito de ajudar-te a escolher o melhor empréstimo pessoal para os teus projetos e necessidades, mostramos-te como é que podes escolhê-lo e que detalhes deves ter em atenção. Queres saber quais são? Continua a ler este artigo!

5 passos para escolheres o melhor crédito pessoal para ti

1. Fazer o planeamento crédito

Embora pareça um detalhe irrelevante, o certo é que planear o teu pedido de crédito vai ajudar-te a fazer uma melhor gestão do montante. Obviamente que este planeamento não é possível nos casos de despesas inesperadas, contudo, para uma viagem já é possível fazeres um planeamento.

Por exemplo, se tencionas realizar uma viagem ao outro lado do continente, fazeres um bom planeamento dela ajuda-te a saber exatamente o valor a pedir. Deste modo, evitas pagar uma mensalidade mais alta sem necessidade. Além disso, este planeamento ajuda-te a, por exemplo, saber quanto é que podes despender, mensalmente, para pagares o teu empréstimo pessoal.

2. Saber os prazos de reembolso mais adequados

Apesar de os créditos pessoais terem um prazo até 84 meses (segundo uma lei recente do Banco de Portugal), isto não significa que este seja o prazo recomendável. Aliás, deves ter em mente que deves usar o crédito pessoal de forma responsável, tendo sempre em conta a harmonia entre a finalidade, o prazo de reembolso e a taxa de esforço.

Nesse sentido, deixamos-te algumas sugestões de prazos de reembolso para cada situação:

  • 6 meses a 1 ano: viagens;
  • 1 a 2 anos: equipamentos informáticos;
  • 2 a 5 anos: mobília e eletrodomésticos;
  • 3 a 7 anos: obras;
  • 4 a 6 anos: automóvel.

Tal como em outras situações relacionadas com finanças pessoais, deves analisar o teu caso e ter em conta a tua situação financeira. Por isso, já sabes: analisa a tua situação financeira e todas as vantagens de contraíres um crédito pessoal.

3. Conhecer todas as taxas associadas ao crédito

Um dos aspetos importantes, inclusive para ter acesso a um crédito pessoal barato, é conhecer todas as taxas envolvidas ao pedido. Afinal, são elas, a par de outras condições, que distinguem todas as propostas existentes no mercado.

Entre outras, poderás ter que pagar algumas taxas e comissões como:

  • Comissões de manutenção de conta;
  • Comissões de processamento de prestação;
  • Comissões de análise (por norma, não são devolvidas quando um crédito não é aprovado);
  • Seguros como o seguro de vida ou o seguro de proteção ao crédito.

4. Saber as condições de amortização do crédito

De um modo geral, qualquer cliente pode amortizar o seu crédito quando quiser, desde que essa situação esteja prevista no contrato. Em muitos casos, esta é uma excelente forma de, por exemplo, reduzir a duração do crédito.

Apesar de a amortização poder ajudar-te a reduzir a duração do teu crédito pessoal, deves ter em conta todos os detalhes descritos no contrato, sobretudo no que diz respeito a esta questão. Seja como for, recomendamos-te que aprendas a amortizar o teu crédito pessoal de forma descomplicada.

5. Simular para descobrir o melhor crédito pessoal para ti

Por último mas não menos importante, deves realizar uma simulação do teu crédito pessoal. Porquê? Porque ela ajuda-te a ter uma estimativa da tua mensalidade. Além disso, consegues ter acesso a todas as condições, incluindo as que te descrevemos antes.

Onde é que posso pedir o meu crédito pessoal?

Perante todas as questões mencionadas acima, temos a certeza de que estás à procura da melhor instituição para pedires o teu crédito pessoal. A boa notícia é que não tens que procurar mais!

Na Younited Credit, além de termos condições muito vantajosas, temos um prazo especial para desistires do crédito. Ou seja, caso nos primeiros 14 dias após o teu crédito quiseres voltar atrás, podes devolvê-lo sem penalizações. Além disso, podes ainda amortizar os teus créditos de forma total ou parcial em qualquer momento e com 0% de comissão.

Continuar (Sem compromisso)