Como escolher o sistema de aquecimento adequado e mais eficiente para tua casa

Continuar (Sem compromisso)
O inverno está a chegar e muitas famílias estão já a pensar em sistemas de aquecimento e qual o melhor que devem escolher. Nos dias de hoje podemos encontrar no mercado um sem fim de marcas e modelos, sendo importante ter em atenção uma série de recomendações para que esta compra seja a melhor. Como é que se escolhe o melhor sistema para a tua casa? Aqui explicamos tudo.

 

Qual o sistema de aquecimento que se ajusta melhor à minha casa?

 

É um produto que nos deve acompanhar durante vários anos e a sua escolha depende do preço, eficiência, potência, tipo de casa e clima da zona. Atualmente existem muitas opções: caldeiras, radiadores, piso radiante, biomassa ou ar condicionado (este último também serve para arrefecer no verão).

 

Assim, é fundamental que conheças as características de todos os sistemas antes de tomares uma decisão. A primeira coisa é ter um gerador que transmita o calor para os emissores e aparelhos. Estes têm por objetivo transferir a energia para as restantes divisões. Neste sentido, é importante selecionares um emissor de boa qualidade.

 

Fatores a ter em conta

 

Antes de optares por um determinado método, deves ter em conta a temperatura média da tua região. Viver nas zonas costeiras não é igual a viver na montanha, onde as temperaturas são muito mais baixas. Por exemplo, o piso radiante não é adequado em climas quentes. Outro fator que deves avaliar é o tamanho da casa: idealmente, o aquecimento é distribuído uniformemente por todas as divisões. Tenta evitar sistemas de calor concentrado.

 

És uma pessoa que fica muito tempo fora de casa? Se sim, o melhor é optares por um dispositivo térmico que se ligue e aqueça rapidamente a casa. Usar toda a potência de uma máquina não é muito útil devido ao seu alto consumo de energia, mas é o ideal para pessoas pouco caseiras.

 

Crédito rápido

 

Por outro lado, é importante saberes qual é o gasto máximo que estás disposto a fazer. Define os teus limites de orçamento e, se necessário, considera a possibilidade de um crédito rápido. Além do custo de instalação, deves ter em consideração o tempo que te levará a amortizá-lo. Finalmente, analisa cuidadosamente os níveis de desempenho e consumo de energia do modelo que escolheres.

 

Com a ajuda de um crédito seguro, poderás optar por dispositivos e equipamentos térmicos mais eficientes e inovadores. Da mesma forma, também é importante que escolhas a tarifa de eletricidade ou gás que melhor se adapta às tuas necessidades. Comprar o sistema de aquecimento certo vai ter um impacto economizador nas tuas contas e fazer-te sentir confortável em sua casa.

Continuar (Sem compromisso)