Quanto custa viajar? Aprenda a calcular as despesas da viagem

Continuar (Sem compromisso)
Explorar o mundo e conhecer novas culturas é o grande objetivo de muitos. Porém, a grande questão que se coloca é: quanto custa viajar? 

Embora pareça óbvio, existem vários fatores que influenciam o preço de uma viagem. Por isso mesmo, é necessário calcular todas as despesas, de modo a conseguir ter uma estimativa realista em relação à viagem a realizar. 

Quer saber mais? Continue a ler o nosso artigo. 

Afinal, quanto é que custa viajar? 

Tal como seria de prever, não existe uma resposta exata, uma vez que existem variáveis que influenciam o preço a pagar uma viagem. Tudo dependerá, sobretudo, do que o é prioritário para o viajante. 

Por exemplo, um dos principais aspetos que muitos viajantes procuram é o conforto. Já outros, preferem viajar em grupo para dividir as despesas de deslocamento, entre outros. 

Outro aspeto que determina o preço a pagar por uma viagem é o seu destino. Já se sabe que as viagens domésticas, isto é, dentro do país, são mais baratas que destinos internacionais. Uma vez mais, depende dos gostos do viajante: se não abre mão de viajar além-fronteiras, a sugestão passa por escolher destinos menos turísticos. Afinal, quanto mais procurado é um destino, mais caro ele é. 

Posto isto, chegou a altura de ensiná-lo a calcular as despesas da sua viagem. Vamos a isso? 

Como calcular as despesas da viagem

Em primeiro lugar, é necessário planear a viagem, pois só assim se conseguem saber quais serão as despesas associadas. 

Por isso, comece por responder as seguintes questões: 

  1. Qual é o destino das suas férias? 
  2. Como é que se pretende deslocar até lá? 
  3. Quantos dias pretende ficar no destino?
  4. Quais experiências que quer ter?  
  5. Quanto é que está disposto a gastar por toda a viagem? 
  6. Há a possibilidade de recorrer a um crédito pessoal para pagá-la? 
  7. Do que é que não quer abrir mão durante a viagem? 

Mediante as respostas, já terá dados suficientes para conseguir analisar alguns fatores que influenciam o custo das viagens. 

Quanto custa viajar? 4 fatores que influenciam o preço 

Sem dúvida que existem aspetos que influenciam completamente o custo de qualquer viagem. Por isso mesmo, é importante tê-los em conta durante o planeamento da viagem, de modo a evitar surpresas desagradáveis ou custos inesperados. 

1. Documentação é necessária 

Apesar de os cidadãos europeus necessitarem apenas do Cartão de Cidadão/Documento de Identificação para viajar no Espaço Schengen, isso não se verifica para destinos fora desse espaço. Nesses casos, é necessário, no mínimo, o passaporte. 

Embora o passaporte seja o normal para viagens fora do Espaço Schengen, nem sempre isso é suficiente. Em alguns casos, poderá ser necessário um visto de turista, algo que terá de se informar junto da embaixada do país de destino. 

Por último, apesar de não ser um documento propriamente dito, trata-se de algo essencial para a viagem: o seguro de viagem. É importante lembrar que ele é obrigatório e uma mais-valia em deslocações para cobrir imprevistos que surjam fora do país. 

2. Quanto custa viajar também depende da taxa de câmbio da moeda do destino 

Quando o destino é um país com a mesma moeda que a sua (neste caso, o Euro), este é um problema que nem se coloca. Contudo, quando pensa em viagens internacionais, esta já é uma questão que deve colocar em análise. 

Uma das principais tendências é a desvalorização das moedas sul-americanas e de outros países africanos. Por isso, poderá aproveitar este facto e colocar a taxa de câmbio a trabalhar a seu favor. 

3. Preço dos bilhetes 

Prepare-se, pois os preços dos bilhetes ocuparão, provavelmente, a maior parte dos seus custos com a viagem que está a planear, sobretudo depois de uma pandemia e durante uma situação de guerra, em que os custos que uma companhia aérea tem para operar são maiores. Como consequência, os preços dos bilhetes também subiram. 

Além das questões circunstanciais, existem outras que influenciam o preço dos bilhetes, nomeadamente: 

  • Época alta (por exemplo, de junho a setembro costumam ser os meses fortes na Europa, por causa do verão); 
  • Escolha das datas (por norma, costumam ser mais caros nos fins de semana e feriados); 
  • Peso da bagagem (quanto mais peso levar, mais paga pela bagagem extra). 

Nesse sentido, recomenda-se que tente evitar estas situações, e que acompanhe com frequência as alterações no preço. Assim, poderá ver quanto é que custa viajar fora das épocas altas ou das datas de maior afluência! 

4. Alojamento 

Depois dos bilhetes, o alojamento é o segundo item mais caro da viagem. No entanto, as regras que se devem aplicar são as mesmas que as regras dos bilhetes: compre com antecedência e fora das épocas altas. Para tal, use e abuse dos motores de pesquisa de alojamento para comparar preços.

Precisa de ajuda para pagar as suas férias? 

Agora que sabe quanto custa viajar, ou pelo menos como calcular as despesas, é normal que esteja entusiasmado. No entanto, reparou que não tem liquidez suficiente? Não há problema, a Younited Credit tem a solução! 

Com a possibilidade de pedir montantes entre os 1.000 e os 50.000 euros, com a Younited Credit pode pedir um crédito 100% online, sem complicações e em menos de 10 minutos. Depois, só tem de aguardar 48 horas até receber a resposta definitiva. 

Quer saber mais? Comece por simular o seu crédito para pagar as férias. 

Continuar (Sem compromisso)